Primeira 2 3 4 5 6 ... 9 Última Próxima

LibBozo 0.3

03.04.11

Essa HQ foi inspirada em um texto sobre um nobre engenheiro, diplomata, bacharel, chamado Jan Sloot, que desenvolveu um método de compressão de dados revolucionário que nunca saiu do papel, e nunca sairia. O exemplo do alien (que é descrito no início do texto), mostra que é impossível marcar em uma barra um valor com tamanha precisão. Seria necessário ir além da escala sub-atômica para medir o valor exato, até chegar ao ponto em que não haveria mais o que dividir. Por isso o Bozip é uma técnica impossível de ser utilizada. Que pena, Bozo. Tente novamente.

Links

LibBozo 0.2

29.12.10

Caso você não conheça a LibBozo versão 0.1, ela implementa o método Bozosort.

Inspirado nisso aqui: http://www.siafoo.net/algorithm/9

Modern warfare

09.12.10

The Him

14.03.10

Mark all as read, a paródia

07.02.10

Mais uma vez a dupla não-sertaneja Karlisson/Cárlisson traz para você, querido leitor, uma paródia de sucesso, desta vez, dos Engenheiros do Hawaíi, banda da qual nós dois somos fãs desde criancinhas. Queria fazer uma paródia deles há tempos mas a ideia não vinha. Então meu xará pensou mais rápido. Eis o resultado!

Antes de ler o quadrinho abra o vídeo da música Toda forma de poder e acompanhe a letra!

E mais paródias virão. Mas o legal mesmo é ouvi-las. Para isso ele pede a sua ajuda:

“Você é nerd e toca algum instrumento musical? A Not a Number precisa de você! Seja um voluntário da nova banda nerd distribúida!

Para quem não conhece, NaN é uma representação de dados que acontece como fruto de certos tipos de operações matemáticas estranhas. Por exemplo, ∞/∞ ou 1^∞. Lanço hoje a banda Not a Number, uma Banda Nerd Distribuída. O nome achei legal por várias razões: é curto, é nerd e tem a ver com infinito (Infinnita é o nome da minha banda séria). A idéia da NaN é gravar as paródias do Nerdson e outras músicas nerds, mas de maneira distribuída, se houver quem queira colaborar.

Aí chegamos na segunda parte: quem quiser colaborar me avise dizendo de que forma pode participar. E aí eu vou escalando os voluntários para as músicas conforme forem surgindo músicas e tempo. E a gente vai gravando as trilhas isoladamente (cada um grava o instrumento/participação de sua competência) para juntar tudo depois em uma música só.

Enfim, é isso. Confiram a Not a Number!”

E a quem interessar, a letra:

Eu entro no Twitter e leio os feeds, mas eles não dizem nada
E os seus amigos no trabalho tiram sarro de você, que não faz nada
E eu começo a achar normal que todos citem o #BBB nessa parada

E o tempo passa
É tanta coisa que eu não li
E o que eu faço?
Marco tudo com lido

Toda fonte de notícia é uma armadilha desgraçada
Toda rede social me mostra que não há tempo pra nada
E a história se repete a cada logo reluzente desenhada

E o tempo passa
É tanta coisa que eu não li
E o que eu faço?
Marco tudo com lido

E o Google Wave é fascinante, deixa a gente simplesmente fascinada
E é tão fácil ir adiante e esquecer trabalho, estudo e namorada
Eu entro no Twitter e leio os feeds, mas eles não dizem nada

E o tempo passa
É tanta coisa que eu não li
E o que eu faço?
Marco tudo com lido

 Primeira 2 3 4 5 6 ... 9 Última Próxima